Transcomunicação Instrumental

Bem vindos!

Espaço destinado ao estudo, documentação e divulgação de pesquisas relacionadas à Transcomunicação Instrumental e a outros métodos.

Utilizaremos estes instrumentos na busca de parâmetros científicos, com o objetivo de elucidar e explicar a eternidade da consciência e a realidade existencial não materializada neste plano físico. O termo foi criado em 1980 pelo Físico alemão Erns Senkowsky e segundo os dicionários mais atualizados significa a comunicação com a verdade eterna ou comunicação transcendental.

O objeto da TCI

A TCI pesquisa através de experimentações e estudo, a transcomunicação entre os seres inteligentes que "vivem" no planeta Terra com os que existem em outras realidades. A alegada captação se dá através de aparelhos eletrônicos, como gravador, rádio, televisão, fax, telefone convencional, computador, celular, etc. e inclusive outros, especialmente projetados para tal.

Tipos de fenômenos pesquisados

- EVP (Eletronic Voice Phenomena), abreviatura em Inglês de fenômeno de voz eletrônica (Transcontatos): Alegada captação de vozes de outras realidades e/ou dimensionalidades, como as dos chamados "mortos" ou as de consciências que nunca viveram ou estiveram neste planeta ( alienígenas, etc.).

- Transimagens (Parapsicofotos, Transvídeos, etc.): São imagens captadas através de câmeras fotográficas e de vídeo, onde se utiliza várias técnicas, como a do Papel alumínio, TecNoir, água, etc.

Estaremos sempre interessados em pesquisas que tenham relação com novas formas de comunicação com o “Além”, desde que se possa de alguma forma, através de experiências sérias, colecionar e catalogar parâmetros que possam avaliar a existência de tais “fenômenos”.

Observação: As imagens captadas através da TCI necessitam, para a sua visualização e análise, de uma boa dose de paciência e percepção visual. Orienta-se que as visualizem num ambiente de pouca claridade, visto que algumas são diáfanas e/ou translúcidas.


- Translate /Traduzir:

Traduzir para ChinêsTraduzir para Espanholtraduzir para françêstraduzir para inglêstraduzir para alemãotraduzir para japonêsTraduzir para Russo

sábado, 22 de setembro de 2012

Transimagem/ Laminado-Simetria



Captei e editei esta suposta  transimagem através da Técnica do laminado / Simetria, método este elaborado  pelo pesquisador (TCI), Sr.Antonio Jacob (Português). Parabéns companheiro de pesquisas, por todo o seu esforço e por ter nos oferecido mais uma inovadora forma de captar imagens! Esta técnica é impressionante, lembra a suposição contida em algumas filosofias esotéricas de que tudo o que existe neste Plano é uma cópia fiel do que existe no Além e isso me remete a pensamentos acerca de que tudo é repetição, multiplicação de algo, cópia de algo, de uma semente que se propaga, fractais de uma ilusão real ou uma realidade ilusória. Ora deixa eu divagar...a simetria existe em  tudo e coincidência ou não vem nos oferecendo imagens muito sugestivas.
A imagem acima evidenciada, sugere sutilmente, ao meu ver, edificações de uma cidade e pode-se ainda vislumbrar da mesma, frontalmente, um grande portão sendo aberto, como que dando passagem a outros seres.

O comentário do pesquisador Antonio Jacob sobre a imagem é bem elucidativo (TCI-BR):

" É Ianê, parece que alguém na parte superior do muro está abrindo o portão para se entrar na cidade. Sugestiva e talvez elucidativa PPF, da separação obrigatória ali naquele plano, como foi aqui nos tempos passados, onde as cidades, localidades, estavam dentro de muros de Castelos, por causa de invasões, pilhagens e guerras e ..." 

Visite o Espaço do pesquisador Sr. Antonio Jacob: http://tci-evp.blogspot.com.br/

2 comentários:

  1. Ianê, parece que esta nova fase para nós tcistas da escola tci-br está trazendo novos pontos de observação, assim o concluo cautelosamente atendendo já ao material em stock que irei postando consoante disponibilidade temporal nos vários locais de exposição informativa, não esquecendo o psicobiofisico.

    ResponderExcluir
  2. obrigada companheiro por tudo. Por me ensinar novos caminhos e descobertas e por prestigiar nossos espaços, aqui, no Ostras azuis e lá, no Psicobiofísico.

    ResponderExcluir